Nacional - 21/08/2017 - 11:50:02

 

Ministro diz que são falsas notícias de que salário mínimo será reduzido

Ministro diz que são falsas notícias de que salário mínimo será reduzido

 

Da Redação com Abr

Foto(s): Divulgação / Abr

 


O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, publicou um vídeo em redes sociais para dizer que são falsas as notícias na internet de redução do salário mínimo.

“Não é verdade que o governo reduziu o salário mínimo”, disse, acrescentando que o valor em vigor neste ano é de R$ 937 e para 2018 valerá o que está na lei. “O valor definitivo só será conhecido em dezembro quando teremos um número mais preciso sobre a inflação de 2017”, explicou.

Na última terça-feira (15), o governo divulgou nova previsão para o salário mínimo no próximo ano. O valor de R$ 979 que consta na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) passará para R$ 969 durante a elaboração do Orçamento.

Por lei, até 2019, o salário mínimo será definido com base no crescimento da economia de dois anos antes mais a inflação pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano anterior. Como o Produto Interno Bruto (PIB – a soma de todas as riquezas produzidas no país)  recuou 3,6% em 2016, a correção do salário mínimo de 2018 levará em conta somente a inflação. O reajuste menor ocorre pela redução na expectativa para a inflação para este ano.

 



;

O ministro Dyogo Oliveira disse que 'não é verdade que o governo reduziu o salário mínimo'

O ministro Dyogo Oliveira disse que 'não é verdade que o governo reduziu o salário mínimo'

Turismo SBC


Últimas Notícias




Lula volta para carceragem em Curitiba após cremação do corpo do neto


Bolsonaro exonera Gustavo Bebianno após ministro vazar áudios privados do presidente, diz SBT


Clipe de Daniela e Caetano é alvo de protestos e recebe milhares de dislikes


"Monopólio da Taurus": polícias e grupos pró-armas querem que Bolsonaro abra mercado


Uniformes e material escolar chegam antes do 1º dia de aulas em São Bernardo


Jair Bolsonaro faz pronunciamento na abertra da WEF em Davos