<

 

ABCD - 27/12/2015 - 08:37:56

 

PPS perde tempo de propaganda partidária por promover Alex Manente

PPS perde tempo de propaganda partidária por promover Alex Manente

 

Da Redação com agências

Foto(s): Reprodução

 


Até Na sessão na sexta-feira, 18 de dezembro, o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) cassou 10 minutos do tempo de propaganda partidária na televisão destinado às inserções estaduais do Partido Popular Socialista (PPS). Os membros da Corte paulista entenderam, por votação unânime, que houve promoção pessoal do deputado federal Alex Manente nas veiculações feitas nos dias 17, 19, 21 e 24 de agosto deste ano assista ao vídeo no final da matéria). A representação foi proposta pela Procuradoria Regional Eleitoral (PRE).

De acordo com o relator do processo, des. Mário Devienne Ferraz, “configura-se o desvirtuamento da propaganda partidária quando a mensagem não expõe as ideologias e trabalhos realizados pelo partido, mas promove, explicitamente ou até mesmo de forma dissimulada, as qualidades e feitos de algum filiado”. Devienne ressalta que a propaganda “promoveu a imagem pessoal do filiado Alex Manente, uma vez que o mesmo fez uso da primeira pessoa em suas falas, enaltecendo seus feitos pessoais”.

A punição legal prevista para infrações que ocorrem na veiculação de inserções é a cassação do tempo equivalente a cinco vezes ao da inserção ilícita, no semestre seguinte em que houver propaganda partidária nessa mídia, nos termos do artigo 45, § 1º, II e § 2º, II, da Lei 9.096/95.

De acordo com o art. 45 da Lei 9.096/95, a propaganda partidária gratuita destina-se exclusivamente a:

“I – difundir os programas partidários;
II – transmitir mensagens aos filiados sobre a execução do programa partidário, dos eventos com este relacionados e das atividades congressuais do partido;
III – divulgar a posição do partido em relação a temas político-comunitários;
IV – promover e difundir a participação política feminina, dedicando às mulheres o tempo que será fixado pelo órgão nacional de direção partidária, observado o mínimo de 10% (dez por cento).
§ 1º Fica vedada, nos programas de que trata este Título:
I – (...)
II - a divulgação de propaganda de candidatos a cargos eletivos e a defesa de interesses pessoais ou de outros partidos;
III – (...)”

Da decisão, cabe recurso ao TSE.

Processo nº 110121

Em novembro novo material do PPS voltou a circular com o mesmo objetivo, veja abaixo:

 

 



;

Material envolve, inclusive, vereadores da legenda

Material envolve, inclusive, vereadores da legenda



Últimas Notícias




Brasil fatura o hexacampeonato mundial de futebol de areia


Ministros de Finanças do G20 se reúnem em São Paulo nesta semana


Rayssa é vice na etapa de Paris do Street League


Mais de 1,5 mil organizações sociais vão elaborar sugestões ao G20


Oposição protocola pedido de impeachment de Lula na Câmara


Referência do automobilismo, Wilsinho Fittipaldi morre aos 80 anos